Vernissage – Capítulo 44 (Últimos Capítulos)

Vernissage – Capítulo 44 (Últimos Capítulos)

17/01/2018 No ar Vernissage Web Novela 0

VERNISSAGE – CAPÍTULO 44 (ÚLTIMOS CAPÍTULOS)

 

CENA 01 – RESTAURANTE BON’ APETIT – DIA – INTERNA:

 

Henrique havia levado Olavo para almoçar.

Olavo: o que você quer?

Henrique: Quero me aproximar de você! Quero ser um pai de verdade!

Olavo: Eu já tenho um pai de verdade! Se você realmente quisesse ser meu pai, não se negaria de me assumir quando foi pro Havaí! Não abandonaria uma mulher grávida assim!

Henrique: Foi isso que sua mãe te contou é?

Olavo: Agora eu realmente tenho que ir!

Henrique: Espera. E se eu disser que sua mãe mais uma vez pra você?

Olavo: Ah, chega! Eu vou embora.

Olavo ia saindo, quando Henrique gritou.

Henrique: Foi ela que não queria que eu te assumisse, Olavo

Olavo recua.

Olavo: O que você quer dizer com isso?

Henrique: Na época, eu realmente estava indo embora pro Havaí, tinha recebido uma proposta irrecusável, foi quando ela me procurou falando que estava grávida. Ela já namorava o Francisco e eu era apaixonado por ela. Tanto que eu pedi e implorei que ela fosse embora comigo. Que começássemos uma nova vida no Havaí. Mas ela recusou. Disse que não nasceu pra ser mulher de surfista, pra ficar em beira de mar. Preferiu ficar com o Francisco. Porque ele trabalhava em um emprego digno, ganhava bem, iria garantir um futuro melhor pra ela e você.

Olavo: Pera aí! Você tá insinuando que…

Henrique: Sim! Mais uma vez ela mentiu! Ela mentiu a vida toda e continua a mentir! Enganou o Francisco, e agora tá enganando você. Agora você decide em quem acreditar.

Ele sai e deixa Olavo sozinho, que fica pensativo.

 

 

CENA 02 – DELEGACIA FEMININA DE VERDES CAMPINAS – DIA – INTERNA:

 

Na sala do delegado, Daniel mostra as provas que conseguiu,  e ele as analisa.

Delegado: É. Realmente o horário bate com o da visita que matou a Fernanda. Mas, assim como a ficha de visita do hospital pode ser falsa, essa aqui também. Então, isso não prova nada.

Daniel: Mas delegado, aí está a assinatura dela, com firma reconhecida!

Delegado: Mas continua não provando nada. Enfim, eu geralmente não faço isso.  Mas eu vou ligar pra esse fornecedor.  Ele vai me confirmar se realmente esteve com a dona Heloísa.

O delegado pega o telefone e liga para o fornecedor do contrato. A conversa é feita em off (trilha sonora incitando agonia), enquanto olha sério para Daniel. Até que ele desliga o telefone.

Delegado: É. Realmente ele confirma que esteve com a dona Heloísa neste horário e data. Como não existe a possibilidade de uma pessoa estar em dois lugares ao mesmo tempo, eu a declaro inocente. Vou emitir o alvará de soltura.

Daniel: Graças a Deus, doutor! Obrigado!

 

CENA 03 – APARTAMENTO DE RAFAEL – DIA – INTERNA:

 

Mirella e Rafael haviam acabado de tomar café. Rosana não estava em casa. Os dois conversam.

Mirella: quando sua mãe vai embora?

Rafael: Como assim?

Mirella: Ela veio só pra ficar uns dias, né?

Rafael: Não! Ela vai morar aqui. Com a gente.

Mirella: Ah não! Não, cara! Não dá! Você sabe que sua mãe  não me suporta! Esse apartamento é pequeno demais pra nós duas.

De Repente, Rosana chega.

Rosana: Então vá embora você!

Rafael: Mãe, por favor, não piora as coisas.

Mirella: Quer saber? Vou embora mesmo! Chega!

Rafael, indo atrás da amada: Mirella… Mirella… espera!!!

Rosana: Já vai tarde!

Pula para Mirella com suas malas, saindo do apartamento.

Rafael: Mirella! Por favor, não vai embora!

Mirella: Rafael, eu te amo. Mas a convivência com sua mãe é impossível! Não dá. Qualquer hora eu venho te visitar! – Ela beija o rapaz e vai embora. Ele fica desolado e triste.

 

CENA 04 – CASA DA FAMÍLIA BARRETO – DIA – INTERNA:

 

Depois da conversa com Henrique, Olavo chega em casa.

Joana, falando da cozinha: Oi, filho! Chegou atrasado, o que aconteceu?

Olavo: Quer que eu fale a verdade ou que eu minta como você faz a vida toda?

Joana: O que é isso, Olavo?

Olavo: Eu estive com o meu pai. Com o Henrique. E ele me contou toda a verdade!

Joana, se assustando: Meu amor, seja lá o que foi que ele te disse, ele não falou a verdade!

Olavo: Quem não me falou a verdade foi você! Todos esses anos mentindo, mãe? O que você ganhou com isso?

Joana, se desesperando: Meu filho, a gente já conversou sobre isso, tudo o que eu contei é verdade e…

Olavo: Será mesmo, mãe?

Joana: Olavo, o que seu tio Henrique te falou?

Olavo: A verdade! Diferente de você!

Olavo sai. Joana fica desnorteada, se senta no sofá  e chora!

 

CENA 05 – BECO – DIA – EXTERNA:

 

João Victor tinha ido até o beco onde se drogava, para quitar a dívida que tinha deixado.

Thiago: Tá com a grana aí?

João: Sim – Ele tira o dinheiro do bolso e paga o rapaz.

Thiago, contando o dinheiro: É… ta certinho.

João: Então ta… to indo, flw aee!

Thiago: Calma!!! Po, a gente mal se falou desde que você chegou! Agora que tu pagou o que devia, você tem acesso livre aqui na boca, mano!

João: Não, ta louco! Acabei se sair da clínica, to recuperado, não quero mais isso pra mim! Chega de fazer as pessoas que eu amo sofrerem!

Thiago: Aaaah bichinha! Cadê aquele João que eu conheço? Aquele que não temia nada e nem ninguém? Quer saber, tu é um frouxo!

João: Frouxo é você que não tem força pra sair dessa vida! Eu to aqui, recuperado, livre dessa vida desgraçada!

João ia saindo,  quando Thiago grita pra ele.

Thiago: Essa tua marra de recuperado vai acabar logo logo! No fundo, no fundo, você ainda é um viciadinho. Um drogado!

João para, mas finge não dar ouvidos e vai embora.

 

CENA 06 – APARTAMENTO DE HELENA / HELOÍSA – DIA – INTERNA:

 

Zoraide está na cozinha concluído seus afazeres quando escuta a campainha tocar.

Zoraide, indo atender a porta: JÁ VAAAI!

Ela atende a porta e não se contém de tanta emoção.

Zoraide: dona Helô! Graças a Deus a senhora ta livre! – ela abraça a Patroa.

Heloísa: Graças a Deus. E ao Daniel também! Ele conseguiu encontrar provas que me inocentavam.

Mirella, descendo as escadas: Tia Helô!!!!!! – Ela corre até a tia e a abraça.

Heloísa: Ohh, minha linda!!! Ué? Você não estava morando com o Rafael?

Mirella: Tava! Cheguei agora a pouco. Enfim, é uma longa história, te conto depois com tempo. Mas e aí? Como você saiu da cadeia?

Heloísa: Bom, o seu pai conseguiu provar minha inocência, mostrou que eu não fui no hospital na hora do assassinato da Fernanda. E eu fui declarada inocente!

Zoraide: Mas e pessoa culpada? Acharam?

Heloísa: Ainda Não. E o pior é que não há uma pista se quer do assassino.

Mirella: Nossa! Câmera de segurança, nada?

Heloísa: Por mais incrível que pareça. Mas, mudando de assunto, tô morrendo de fome, comida de cadeia é horrivel!!

Zoraide: Seu Daniel não veio com você?

Heloísa: Ele foi pra Galeria. Tem uns assuntos urgentes pra tratar sobre a reinauguração.

Zoraide: Então vamos pra cozinha, o almoço já tá quase pronto!

Mirella: Obaaa!!!

Heloísa: E seu irmão?

Mirella: Ah, o João? Não sei, deve estar com a Paola.

Heloísa: Hum! Esses dois não se desgrudam mais, né?

Mirella: Não mesmo! Mas é bom, ela faz um bem danado a ele. Mas, vamos pra cozinha!

As duas saem em direção à cozinha.

 

AS HORAS SE AVANÇAM. IMAGEM ACELERADA NA PRAIA DO DIA ANOITECENDO, DEPOIS, MOSTRA-SE O MOVIMENTO DA NOITE NAS RUAS.

*Trilha Musical: This Moment (Katy Perry)

 

CENA 07 – CASA DE PAOLA – NOITE – INTERNA:

 

João Victor estava com Paola no quintal da casa dela. O lugar tinha um jardim, uma piscina e era bem decorado com luzes coloridas. Paola falava com o rapaz emas ele parecia bem distante.

Paola: João… João? João, é sério! O que ta acontecendo com você?

João: Nada. É uma parada aí…

 

**Flash Back**

 

Thiago: Aaaah bichinha! Cadê aquele João que eu conheço? Aquele que não temia nada e nem ninguém? Quer saber, tu é um frouxo!

João: Frouxo é você que não tem força pra sair dessa vida! Eu to aqui, recuperado, livre dessa vida desgraçada!

João ia saindo,  quando Thiago grita pra ele.

Thiago: Essa tua marra de recuperado vai acabar logo logo! No fundo, no fundo, você ainda é um viciadinho. Um drogado!

 

** Fim do Flash back**

 

João se levanta e sai em disparada.

Paola: João… João, onde você vai?

Ele não dá ouvidos.

 

CENA 08 – CASA DA FAMÍLIA BARRETO – NOITE – INTERNA:

 

A Família Barreto estava na mesa jantando. O clima entre eles era tenso. O silêncio mostrava isso. Olavo ainda não havia tocado na comida.

Francisco: Come, filho! Você não pode ficar sem comer!

Joana: É filho… você nem tocou na comida e..

Olavo: Eu tenho uma coisa pra falar. – Francisco e Joana se olham. – Eu vou morar com o meu pau Henrique.

Joana, sem acreditar no que acabara de ouvir: O que?

Olavo: Eu já falei com ele. Pela manhã ele vem me buscar.

Joana e Francisco se olham assustados.

 

A imagem congela e se transforma em um quadro pintado a óleo em uma grande exposição, juntamente com os quadros dos capítulos anteriores.

 

FIM DO CAPÍTULO 44

E ainda hoje, as 23h: Penúltimo capítulo de Dois destinos, novela de Marcelo Maia! Não Perca!

Felipe De Lima Veiga

Editor e produtor de criação visual Cyber Séries

O que você achou? Comente agora mesmo, é rápido e simples.