Teu Amor – Capítulo 12

Teu Amor – Capítulo 12

No capítulo anterior:
Clara e Laura discutem sobre o passado, Clara se sente sozinha em relação com seu marido, Mariah descobre que está grávida, e que Jaime além de seu namorado é seu professor.
Fique agora com o Capítulo de hoje
Cena 1,Estrada, Casa, Tarde.

 

Dirigindo em direção a uma casa Clara se emociona, ao chegar mais perto uma mulher saí de casa e a espera, Clara desce do Carro e a comprimenta.

Clara:Mãe!

Paula:Minha filha, o que qui está acontecendo?

Clara:O meu mundo está prestes a desabar.

Paula:Vem, entra pra dentro.

Cena 2,Casa De Luciana, Sala, Tarde.

Música:Enamorado.

Jéssica e Luciana treinam na sala, movimentos para seu próximo teste.

Luciana:Esse teste vai ser o mais importante da minha vida.

Jéssica:Se Você passar, vai estar preparada pra abandonar o Jeitoso?

Luciana:Eu não vou abandonar ele, eu só vou realizar um sonho.

Jéssica:Um sonho aonde na cabe a sua família!

Luciana:Que qui é hein Jéssica? Tá estranha.

Jéssica:Você nunca amou o Jeitoso de verdade não é?

Luciana:É Claro que eu amo o Jeitoso de onde foi que você tirou isso?

Jéssica:Se você amasse de verdade abriria mão do seus sonhos pra fazer ele feliz.

Luciana:Você tá bem Jéssica?

Jéssica começa a chorar.

Jéssica:Eu preciso ir embora, vou descolorir os meus pelos, pra amanhã a gente arrasar lá.

Luciana:É isso mesmo, vamos arrasar lá, e tenta dormir bem essa noite, você não parece estar bem.

Jéssica:É você tem razão.

Cena 3,Casa De Othon, Entrada,Tarde.

Jéssica bate na porta da casa de Othon, que a atende.

Othon:Que qui você quer

Jéssica:Eu quero confirmar que tudo vai dar certo.

Othon:Vai dar tudo certo, Jéssica não tem como alguma coisa dar errado, a sua idéia é perfeita.

Jéssica:Vai ser terrível fazer isso, mas vai dar tudo certo pra todos.

Othon:Eu não vou julgar ninguém, pra mim cada um consegui as coisas do jeito que achar melhor.

Jéssica:E talvez você esteja certo.

Cena 4, Estrada, Carro, Noite.

Laura dirige de volta ao rio, pensando em tudo o que aconteceu.

Laura:Porque que qui Clara está tentando me enganar? O que ela esconde?

Música: Os dias eram assim

Flashback 1:

Na lembrança de Laura, Ela e Fred estão passando pela portaria do Prédio, logo após dela ter entregado o Bebê a Clara, a imagem fica em câmera lenta no momento em que o porteiro e Laura se olham.

Fim do FlashBack.

Laura:Esse porteiro precisa estar ainda nesse prédio ele é o único que vai poder me ajudar.

Cena 5, Casa De Paula, Sala, Noite.

Após explicar a situação para sua mãe Paula dá conselhos a sua filha.

Paula:Minha filha, eu não sei como você conseguiu se colocar em uma situação tão complicada como essa, você sempre foi tão correta.

Clara:Eu tô rodeada em um mundo de mentiras, tudo o que eu construí foi escondendo essa história, mais assim que essa Laura descobrir que o filho dela está comigo, que fui eu quem ficou com o bebê dela, ela vai espalhar pro mundo inteiro.

Clara:Eu vou perder meu filho, minha profissão, tudo e é por culpa dela.

Paula:Você escondeu dela que o bebê poderia ter uma deficiência, Clara você sabia de tudo.

Clara:Eu não fiz por mal, eu só queria, eu queria proteger aquele bebê, se eu tivesse falado pra ela ali naquela hora que o bebê que ela estava louca pra tirar iria ter uma deficiência, ela teria abortado o bebê naquela hora.

Paula:o que está feito, está feito minha filha só na se enrola agora, em mais mentiras, se elas podem se tornar maior do que você.

Música: Duas Palavras (Paula Fernandes)

Cena 6,Cafeteria, Mesa, Noite.

Sophia e Mariah tomam café enquanto conversam.

Sophia:Eu sei Mariah, que teve ser muito estranho namorar o seu professor, mais hoje em dia isso é tão normal, mais normal até do que você imagina.

Mariah:Como você se sentiria, estando grávida do seu professor?

Sophia:Não dá pra apagar o passado, o que ta feito está feito.

Mariah:Ele não vai saber que eu estou grávida, eu acabei de decidir isso.

Sophia:Não faz isso.

Mariah:Já está decidido Sophia, eu não quero nada mais com ele.

Jaime liga para Mariah, que desliga o Telefone.

Cena 7, Casa De Paola e Carlo, Sala, Noite.

Luísa vem
Trazendo suas malas e entrar na sala, e dê cara vê Paola e Carlo.

Luísa:Licença, Dona Paola?

Paola:Luísa!

Paola:Entra, larga essas malas aí, finalmente estamos nos conhecendo.

Luísa se aproxima dos dois.

Luísa:pra mim é um prazer estar aqui, eu tô muito feliz, muito obrigada por me hospedarem aqui.

Carlo:Seja bem vinda a nossa casa e se sinta a vontade aqui hein, por favor.

Luísa:Pode deixar!

Luísa abraça Paola e Carlo.

Cena 8,Casa De Laura, Sala, Noite.

Fábio espera por Laura na sala.

Laura entra e Fábio está no sofá.

Fábio:Laura?

Laura:Fábio, ainda acordado?

Fábio:chegou essa carta pra você hoje, sem remetente achei bem estranho.

Laura:Que estranho.

Fábio entrega a correspondência para Laura.

Cena 9, Amanhece na cidade.

Música:é que eu não sou Novela.

São mostradas imagens da noite e da cidade amanhecendo.

Cena 10, Casa De Cecília, Sala, Manhã.

Cecília acaba de acordar, e a campainha toca.

Cecília:Caraca, as pessoas estão cada vez mais, acordando cedo(Bocejando).

Cecília abre a porta e da de cara com Laura.

Cecília:Filha? , você aqui essa hora o que aconteceu?

Laura:Aconteceu isso aqui!

Laura mostra a Carta para Cecília.

Cecília:O que? Entra aqui agora.

As duas se sentam no sofá.

Cecília: tá escrito aí, eu sei que você voltou, Você tá achando que é ele?

Laura:Você tem dúvidas mãe é Claro que é ele, ele descobriu de alguma forma que eu voltei pro Brasil.

Cecília:Se muda de lá minha filha, ele é perigoso você sabe disso.

Laura:Não! Eu já mudei muito a minha vida por conta dele eu não vou fazer isso de novo.

Cecília:Laura você já está vacinada contra isso, mais será que o Luís e o Fábio estão? Você ficando nessa casa está locando a vida deles e a sua em risco.

Laura:Eu decidi isso, e vai ser assim que vai ser.

Cena 11, Casa De Clara, Quarto do Casal, Manhã.

Zé e Clara se arrumam para trabalhar.

Zé:O Lia comentou comigo que você desistiu de fazer a inauguração da Clínica Nova, porque?

Clara:por que eu não tenho nada pra comemorar, o que eu queria mudando de clínica na vai ser possível de ser feito, então pra mim não vai fazer a menor diferença, eu tô saindo.

Zé:Não, espera eu preciso falar com você!

Clara:Então Fala!

Zé:Eu quero pedir desculpas pra você por me ter me mostrado, tão indiferente com você ontem, mais pra mim não está sendo fácil é difícil pensar que tudo o que construímos pode desabar, pô essa é a nossa família e eu não quero perder o nosso filho.

Clara:eu também não quero perder o nosso filho, me ajuda com uma idéia que eu tive.

Zé:Qual é a idéia?

Cena 12,Prédio, Portaria, Manhã.

Laura toca o interfone, e o porteiro a atende, logo de cara ela vê que não é o mesmo de anos atrás.

Laura:Bom dia será que o senhor pode trocar umas duas palavras comigo?

Porteiro:o  que a senhora quer saber?

Laura:Na verdade eu vim em busca de uma pessoa, eu quero encontrar um porteiro que trabalhava aqui a mais ou menos uns 15 anos atrás.

Porteiro:bom eu trabalho aqui a menos de um mês, mais eu tenho contato e o endereço do antigo porteiro, se a senhora quiser eu posso passar pra você, a senhora quer?

Laura:Sim, por favor me passa.

Cena 13,Casa de Paola,Quarto De Mariah, Tarde.

Mariah acaba de chegar no médico e conversar com Sophia pelo telefone, Luísa está no banheiro.

Mariah:Sophia, me escuta eu já decidi eu não vou contar nem pro Jaime e muito menos pros meus pais.

Mariah:Pelo menos não agora, eles estão todos felizes que com a nova hospede deles, que inclusive pelo o que percebi já chegou.

Mariah:Você entende eu não posso simplesmente chegar neles e falar, Oi mãe, Oi Mãe então vocês não sabem mais a filhinha de vocês tá grávida.

Mariah:Alô?  Alô?

A ligação caí.

Mariah:Ai a Ligação Caiu.

Luisa sai do Banheiro.

Mariah:Você é a Luísa?(Assustada)

Luísa:Oi, sou eu sim é um prazer te conhecer.

Mariah:Você ouviu alguma coisa do que eu falei aqui?

Luísa:Que Você está grávida do e não quer nem que o pai do seu Filho saiba, sim eu ouvi, mais desculpa se for pra eu esquecer eu esqueço já.

Cena 14,Carro, Estrada,Tarde.

Sentada em seu carro, Laura tenta ligar no númeroQue o porteiro passou.

Laura:Caraca, esse homem não atende de jeito nenhum.

Laura olha novamente o cartão.

Laura:Tá aqui o endereço.

Laura pensa um pouco.

Laura:Eu vou lá, não tem outro jeito.

Cena 15, Rua, Estrada, Tarde.

Laura estaciona o seu carro.

Laura:Bom o endereço que está dizendo é esse aqui.

Laura sai do carro e anda em direção a casa indicada, e bate palmas no portão, até que um homem se aproxima.

Pessoa:Oi?

Laura:É você!(Assustada)