Nostalgia: Castelo Rá-Tim-Bum

Nostalgia: Castelo Rá-Tim-Bum

 

É isso aí, galera! Começamos hoje nossa primeira edição do Nostalgia, um quadro que vai relembrar um pouco da década de 80,90 e 2000, com desenhos infantis marcantes, programas que deixaram saudades. Hoje, escolhemos um clássico da TV Cultura: Castelo Rá- Tim-Bum.

Castelo Rá-Tim-Bum é uma série de televisão brasileira infanto-juvenil e educativa que foi produzida e exibida pela TV Cultura. Foi exibida originalmente entre 9 de maio de 1994 e 24 de dezembro de 1997, totalizando 90 episódios e mais 1 especial.

É considerado um dos melhores produtos audiovisuais da história da televisão brasileira.O programa já marcou audiência média de 12 pontos, a maior de qualquer outro programa educativo da TV Cultura, atingindo até médias de 14 pontos em reprises de episódios.

Parcialmente inspirado no também educativo Rá-Tim-Bum, deu origem a uma franquia televisiva, da qual também faz parte Teatro Rá-Tim-Bum e Ilha Rá-Tim-Bum. Castelo Rá-Tim-Bum é uma criação do dramaturgo Flávio de Souza e do diretor Cao Hamburger, com roteiros de Dionísio Jacob (Tacus), Cláudia Dalla Verde, Bosco Brasil, Anna Muylaert, bonecos de Jésus Sêda, entre outros.

Devido ao seu caráter educativo, a produção fez parte da parceria entre Fiesp e TV Cultura, tal como vários programas infanto-educativos da emissora. Nos créditos, é possível ver os logotipos de: Fiesp, Sesi e Senai. O programa era voltado ao público de 3 a 8 anos de idade. A série já Será exibida pela TV Brasil e também pela TV Rá-Tim-Bum

 

Seguem abaixo para relembrar esse fenômeno.

 

Charlotte Marx

Campineira. 26 anos. Estudante de medicina. Autora e divulgadora do Cyber Séries. A escrita para mim é uma companheira da madrugada, a qual surpreendentemente assume o piano e me encanta com suas nuances. Inseparável da arte, esta só viva quando se pode voar e ser quem desejar. Sou viciada no que faço!Ler, por sua vez, é personificar o universo, é observar o amadurecimento de uma planta chamada vida. É amar veladamente o intracelular.