Faça o teste! É mais artístico ou mais lógico?

Faça o teste! É mais artístico ou mais lógico?

Por muito tempo, achava-se que a divisão do cérebro em hemisfério direto e esquerdo, como duas áreas independentes na determinação de características, era falha, pois ambas as partes estariam conectadas em processo de equilíbrio dinâmico, contudo, recentemente surgiram pesquisas que apontam em funções específicas isoladas, a partir das quais se pode definir possíveis habilidades que o individuo venha a apresentar, inclusive, na determinação de sua profissão. 

 

Veja abaixo as diferenças. 

O cérebro “lógico”

O cérebro esta quase que dividido em duas seções (hemisférios) por um sulco profundo. Em algumas operações sérias do cérebro é realmente necessário dividi-lo completamente. A medida que essas operações foram sendo feitas, os cirurgiões descobriram que cada uma das metades podia funcionar sozinha, como um “cérebro” separado, embora as metades esquerda e direita do cérebro funcionem de maneira bem diferente.

Cada lado do cérebro controla o lado oposto do corpo, com as fibras nervosas cruzando-se no corpo caloso, no fundo do sulco que separa os dois hemisférios.

Normalmente os dois lados do cérebro devem trabalhar juntos e eles se comunicam entre si através do corpo caloso. Quando este é cortado, e os dois hemisférios são mantidos separados, podem ser observadas as diferenças entre eles.

Na maioria das pessoas, o lado esquerdo do cérebro é responsável pelo pensamento “lógico”. Este é o raciocínio exato, detalhado e minucioso que precisamos, por exemplo, para a matemática. Também usamos o lado esquerdo do cérebro para controlar nossa fala, um processo infinitamente complicado que nenhuma máquina é capaz de dominar. Pequenas partes separadas do hemisfério esquerdo cuidam das ações necessárias para a escrita, para o som que produzimos quando falamos e para dar nome às coisas que podemos ver.

Algumas vezes uma pessoa de idade sofre um derrame que afeta essa parte do cérebro e então não é mais capaz de falar adequadamente.

A parte esquerda do cérebro funciona dessa maneira na maioria das pessoas, mas nos canhotos o lado direito do cérebro pode ser a metade “lógica”. Em algumas pessoas canhotas, a fala pode ser controlada por ambos os lados.

O cérebro “artístico”

O lado direito do cérebro é a parte “artística”, relacionando-se com o entendimento e a interpretação do mundo que nos cerca – mas, geralmente, não com a fala.

O lado direito do cérebro examina as situações e problemas em geral e dá uma resposta ou solução imediata, bem diferente da maneira como funciona o lado esquerdo, seguindo uma série de passos cuidadosos e deliberados.

O cérebro “artístico” está ligado à observação do ambiente que nos rodeia. Ele pode, por exemplo, identificar um rosto familiar em uma multidão; mas é o lado esquerdo que vai buscar o nome da pessoa em nossa memória.

As habilidades musicais também dependem do lado direito do cérebro, da mesma maneira que as habilidades visuais, como a pintura.

Embora cada metade do cérebro possa operar sozinha, ambas devem trabalhar juntas para funcionarmos normalmente. Para a maioria das atividades, usamos os dois lados simultaneamente, e eles trabalham de maneira muito bem coordenada.

Imagine que você está escrevendo a descrição de uma gravura: primeiro você olha a gravura, e o lado direito de seu cérebro torna-se ativo (um cientista poderia provar isso usando um EEG); em seguida você começa a escrever, e o lado esquerdo do cérebro é ativado. Quando você olha para um diagrama complicado, são necessárias ambas as partes – a “lógica” e a “artística” – do cérebro.

 

E então? Qual é a sua área mais desenvolvida ? 

Certeza que sabe? 

Faça o teste! 

Charlotte Marx

Campineira. 26 anos. Estudante de medicina. Autora e divulgadora do Cyber Séries. A escrita para mim é uma companheira da madrugada, a qual surpreendentemente assume o piano e me encanta com suas nuances. Inseparável da arte, esta só viva quando se pode voar e ser quem desejar. Sou viciada no que faço!Ler, por sua vez, é personificar o universo, é observar o amadurecimento de uma planta chamada vida. É amar veladamente o intracelular.

  • Charlotte Marx

    Que saco! Não estou conseguindo dormir!

    A boneca para mim gira para esquerda! Hahahah
    Sou lógica!