Eu & as três – Capítulo 8

Eu & as três – Capítulo 8

No capítulo anterior,os soldados ,foram ter uma conversa com o então prefeito da cidade, sobre a suspeito de que a quadrilha que está assaltando bancos e lojas das cidades vizinhas, está se alojando na cidade ,ou seja os bandidos estão próximos deles e ninguém sabe quem os são.E ao saírem da prefeitura são vistos por Xereta, que sempre sabe de tudo o que se passa na cidade.

XERETA:O que será que está acontecendo, pra esses dois palermas irem procurar o babaca do prefeito?

E ao passarem perto dele…

XERETA:Como vão os oficiais de nossa cidade?Há alguma ocorrência importante ?

Os soldados estão tão preocupados com a notícia que tiveram ,que passaram por Xereta e nem ouviram o que ele os perguntou. E seguiram para a delegacia novamente.

XERETA:Eu ,heim!Esses dois estão tendo algum problema.Do que se trata será?

No mesmo instante o prefeito Romão,também saiu da prefeitura com um ar de preocupação.

XERETA:Alguma coisa séria está acontecendo.Agora sou eu quem está preocupado…Como está o senhor seu prefeito?

A passos largos ,Romão seguiu para sua casa e nem deu atenção ao mendingo.

XERETA:Ai,ai,ai!O que é isso?Ainda bem que não voto mesmo!

Xereta está querendo saber o que os soldados conversaram com o prefeito e que deixou todos aflitos.

Enquanto isso veio as três caminhando em direção ao orelhão da praça, lugar onde Xereta sempre está.

LILICA:Bom dia Xereta!

XERETA:Bom dia pras Três!

CANDOCA:Você que só fica de plantão,tem alguma novidade pra nós Xereta?

MERCEDES:Que isso Candoca.Assim você vai constranger o homem.

XERETA:Já me acostumei com a gracinhas das pessoas.Principalmente de pessoas que são atrações da cidade por não conseguirem perder a virgindade

LILICA:Vamos parar de provocações,por que esse problema nosso é sério meninas.

Eis que chega o Padre Bento.

XERETA:A missa que não foi ontem será hoje padre Bento?

PE.BENTO:Por favor seu Xereta,não me lembre de ontem,não me fale em missa.Agora só acontecerá missa no domingo.O meu corpo está todo dolorido por descer aquelas escadas rolando no meio da confusão de mulheres desequilibradas.

MERCEDES:Olha padre como o senhor se refere a nós.

PE.BENTO: Desequilibradas sim. Antes eram só vocês três,agora a maluca da mulher do prefeito também.

XERETA:Aquela pe.Bento,sempre foi maluca,descontrolado, enjoada,sem educação,arrogante e agora parece que piorou .

E eles ficaram ali naquela conversa que não levará ninguém a lugar nenhum.

NA CASA DO PRFEITO

Clara está na sala e chega seu pai muito preocupado.

CLARA:Chegou mais cedo hoje papai?

ROMÃO:Sim minha filha.Estou com minha cabeça a mil.

CLARA:O que está acontecendo papai?Outra vez a mamãe aprontou com o senhor!

ROMÃO:Não minha filha,desta vez não é sua mãe .E por falar nela:onde ela está?

CLARA:No banho.mas o que está acontecendo papai?

ROMÃO:A coisa é séria filha.Mas não pode se espalhar.è segredo de justiça.Nem sua mãe poderá saber ainda.Se não atrapalhará o trabalho da polícia.

CLARA:Trabalho da polícia?Do que o senhor está falando?

ROMÃO:Vou te contar filha.Mas ninguém poderá saber disso ainda.

Nesse momento Ygor estava descendo a escada e ao perceber que Romão e a filha estavam tendo uma conversa séria,parou para ouvir às escondidas do que se tratava.

CLARA:Estou ficando preocupada papai.

ROMÃO:Mas é pra ficar mesmo filha.O delegado regional,avisou aos nossos soldados ,que ao investigarem os assaltos de bancos e lojas na região,descobriram que a quadrilha está alojada aqui,em nossa cidade.

CLARA:Isso é sério mesmo.E agora?

ROMÃO:Agora?A polícia só não veio fazer uma busca ainda,por que querem saber primeiro quem é o chefe e os demais para atacar no lugar certo.

Ygor se assustou e acabou de descer a escada e saiu imediatamente para a rua.

ROMÃO:Será que Ygor ouviu nossa conversa ?

CLARA:Não .E mesmo por que meu tio não esquenta muito com essas coisas não.

NA RUA

As três estavam de volta e encontraram com Ygor.

AS TRÊS:Bom tarde seu Ygor.

Ygor parecia muito agitado e não cumprimentou as donzelas.

CANDOCA:Cruzes.Parece que comeu algo que não gostou.

LILICA:Os homens são todos iguais.

MERCEDES:Vamos embora meninas.Essa cidade só tem gente doida.

Ygor se dirigiu até ao orelhão,preocupado se tinha alguém o vendo e fez uma ligação apressadamente.

NA CASA DO PREFEITO

Pai e filha param com o assunto pois,Jorgeta estava descendo.

CLARA:Vamos mudar de assunto papai.

JORGETA:O que você está fazendo em casa nesse horário Romão?É hora de expediente ainda.

CLARA:Foi bom ele ter chegado mais cedo mamãe,por que eu quero comunicar aos dois que eu e Pedro estamos namorando e ele quer vir aqui falar com os senhores.

ROMÃO:Será um prazer minha…

JORGETA:Será um prazer coisa nenhuma.Onde você está com a cabeça Romão?Deixar nossa filha namorar com um gari.Nunca aceitarei esse namoro.Nunca receberemos esse rapaz aqui em casa ,só se for pra fazer a limpeza do quintal.Como seu namorado,jamais.

CLARA:Mas eu não estou lhe pedindo mamãe,estou lhe comunicando.Sou maior de idade,te respeito até o momento em que a senhora me respeitar também.

ROMÃO:Jorgeta se você quer brigar vai brigar sozinha,eu como pai abençoou esse namoro.

JORGETA:Não aceito,não abençoou e não quero de forma nenhuma e se continuar ….

CLARA:E se continuar…Diga mamãe o que ía dizer.

JORGETA:Vocês não sabem do que sou capaz.

Jorgeta saiu nervosíssima.