Entrevista com: Eduardo Moretti

 

CONTA MAIS ENTREVISTA O AUTOR: EDUARDO MORETTI

 

Nascido no interior de São Paulo, na cidade de Mococa, o nosso entrevistado de hoje tem trinta e cinco anos e é apaixonado por literatura em geral, pela escrita e acima de tudo ama o que faz, que é contar boas histórias. Ele costuma dizer que: “Devemos sempre escrever para nós mesmos, antes de querer agradar as pessoas. É nos agradando primeiro que poderemos assim chegar até aos outros.”

WV – Boa noite, Eduardo. É um prazer estar de volta com o nosso programa de entrevistas, o “Conta Mais” e uma honra estar entrevistando um escritor tão talentoso como você, nessa nossa volta com o pé direito. Desde já, eu gostaria de agradecer em nome do Cyber e em meu nome, muito obrigado pela sua participação.

EM – Que isso amigo, eu que agradeço todo o seu carinho e respeito, e também dos demais administradores do site que sempre tiveram comigo. E acredite, a honra é minha de estar aqui e iniciando essa volta do quadro de entrevistas do Cyber, que eu acho extremamente importante para o site, para nós autores e nossas obras. E só pra falar um pouquinho sobre essa frase e explicar que eu me considero um escritor egoísta. Eu sempre escrevo primeiro para me agradar e não pensando no que os outros vão gostar de ler ou ver. É aquela velha história de que para as pessoas gostarem da gente, primeiro precisamos nos gostar? É a mais pura verdade e funciona também nesse universo da escrita, da criação, pelo menos pra mim sempre funcionou muito bem. Afinal se nós não gostarmos de nossas histórias quem é que vai?

WV – 1) Bom, pra começar eu gostaria de saber um pouco da sua trajetória no mundo da ficção, como foi que você começou? Conta pra gente um pouquinho da sua experiência.

EM – Eu comecei a escrever muito cedo, desde os meus quinze anos. Eu era um jovem introvertido, ficava no meu canto no colégio, tinha dificuldades em fazer amizades e comecei fazer terapia. Em meio às sessões, a minha terapeuta que sempre me pedia redações semanais sobre como eu havia sido a minha semana e tal, ela começou a elogiar muito o meu texto, as minhas redações e disse que eu escrevia muito bem e que deveria tentar escrever um livro. Eu comecei a rir, achei que ela estava brincando, eu escrever um livro? Eu disse pra ela que não levava jeito pra coisa, mas ela acabou plantando uma sementinha na minha cabeça. E o curioso é que no colégio, Língua Portuguesa era a minha matéria predileta e a que eu mais me saia bem. Ai num belo dia, parado e sem nada pra fazer, me veio à cabeça o que ela havia me dito e eu peguei um caderno e uma caneta e comecei a escrever uma história a mão mesmo, porque não tinha computador na época e não parei mais de lá pra cá. Foi mágico, eu me descobri um bom contador de histórias e fazendo o que eu amava e isso já tem quase vinte anos, e muitas histórias, muitas sinopses foram criadas nesses anos todos. Inclusive essa minha primeira história que eu escrevi na época, que era um romance e depois adaptei para novela, será dentro em breve exibida aqui no Cyber, Corações Partidos é o título, uma novela mais leve, mais curta e bonita, que já esta sendo revisada. Aguardem! Hoje eu escrevo romances, novelas e séries e de todos os gêneros, não paro de criar, graças a Deus e a esse dom maravilho que ele me deu e que eu espero poder viver dele um dia. Só tenho a agradecer o papai lá de cima, que sempre esta comigo e me ajuda muito, até na hora de escrever.

WV – 2) E no mundo das Web’s, como foi que você chegou até aqui no Cyber Séries?

EM – Bom, primeiro eu tive uma passagem rápida por um grupo do face do qual eu tive uma péssima experiência. Eu comecei postando no grupo, no começo foi tudo bem, depois eu não sei o que houve que do nada algumas pessoas começaram a mudar comigo e em especial um dos administradores do grupo. O grupo na época não tinha mais do que quarenta pessoas, sendo que dessas nem vinte acompanhavam as nossas histórias. Mas os poucos leitores que eu conquistei eram fiéis, liam, davam apoio e tal. Chegou um certo momento, que o administrador começou a implicar com a novela que é a mesma que esta sendo exibida aqui, Garota de Ipanema. Até hoje eu não sei o porquê, não entendi o motivo, porque a novela é boa, a história é linda, mas ele começou a nos comentários onde todos liam implicar com o casal protagonista, Pedro e Helô. – Ah porque eles são muito melosos, e a noite de amor deles não chega nunca e por ai ia sabe… E eu fui contornando a situação até onde deu. Um belo dia eu cheguei nele e falei, escuta fulano o que esta acontecendo? Você ta pegando no pé da novela e do casal por quê? Sendo que de todo mundo que lê e acompanha, todos falam bem do casal, todos torcem pelo casal, eu não to entendendo essa tua implicância gratuita e ainda por cima na frente de todos, todo mundo lê, o problema é comigo? – Ele desconversou e não falou nada, mas continuou com as gracinhas e eu achava aquilo um tremenda falta de respeito e profissionalismo da parte dele para comigo e com a minha obra. Porque a novela era boa, eu sei que tenho que aprender muito ainda, mas dentro do que eu já faço, eu faço muito bem. Porque eu estudei muito, fiz cursos, vi muita coisa, li e acima de tudo tenho esse dom que Deus me deu, essa facilidade em criar histórias e personagens. Eu não cai ali de para-quedas, não estava ali atoa, o pessoal estava gostando de acompanhar a novela… Eu sei que junto com ele, tinha mais uns quatro que era um espécie de panelinha, mais amigos dele e que do nada pararam de acompanhar a novela. Não sei se sentiram incomodados de ver que a novela era sucesso e o pessoal estava gostando, mas a impressão que eu tive foi essa, ciúmes do bom trabalho que eu estava apresentando. Tanto que hoje no Cyber, Garota de Ipanema já bateu duzentos e quarenta pontos de média, o que é maravilhoso. Eu sei que um dia esse administrador chegou ao cúmulo de montar um vídeo, onde ele zombava de Garota e enaltecia uma outra novela que era de um amigo dele, olha que vergonha, o próprio administrador com uma atitude baixa dessas, você vai esperar o que? Cadê o profissionalismo? Eu falei pra mim chega e sai. Eu jamais iria ficar num lugar onde eu e o meu trabalho estávamos sendo desrespeitados. Retirei a novela de lá até onde tinha postado e descobri o Cyber, que é maravilhoso, você Well é um excelente administrador chefe, exemplo de profissionalismo, nos respeita, incentiva e apóia sempre e no Cyber eu me encontrei e amo estar aqui. Vocês sim, são um exemplo de profissionalismo e respeito, mas como aquele grupinho nunca mais. Deus foi muito bom comigo, me fechou aquela porta e me abriu essa janela maravilhosa. A resposta hoje ta aqui. Eu desistir, abaixar a cabeça por pressão de gente que não sabe nem o que é respeito? Jamais… Eu sempre vou lutar pelo que eu acredito, e o meu trabalho é um deles. Luto e defendo com unhas e dentes, além de muito orgulho e paixão.

WV – 3) Você esperava que ela se tornasse esse sucesso todo?

EM – Olha de verdade, foi uma surpresa. Eu tinha idéia de que a história era boa, bem amarradinha, com ótimos personagens e tramas envolventes, mas eu achava que poderia ser um sucesso, até porque não tem como a gente saber antes como vai ser. Porque no começo são tudo achismos né? A gente acha que vai agradar o público, que vai fazer sucesso, que vai bombar, enfim… E de fato a gente não sabe o que vai vir, porque uma história é construída aos poucos, no dia a dia, e tudo pode mudar de uma hora pra outra. No caso da web novela chega a ser ainda pior, porque é uma história mais longa, com mais personagens e tramas, um maior número de páginas e cenas por capítulo, e você tem que motivar o público a ler todo capítulo, você tem que prender a atenção deles e chamar pro próximo e pro próximo e muitas vezes não é uma tarefa nada fácil. No final de cada capítulo você precisa de um bom gancho pra chamar o pessoal pra assistir no seguinte e por ai vai. Você tem que manter o ritmo e o interesse sempre acessos e andando sempre na corda bamba, porque muitas vezes apostamos em algo novo, novas direções que podem fazer com que as pessoas não gostem e acabem se afastando também, ainda mais quando se trata de uma novela que tem duas fases como foi o caso de Garota, as pessoas tendem a gostar e se prender mais na primeira fase e aos seus personagens, e costumam às vezes estranhar a segunda fase e sentir falta dos outros personagens, quando eram mais novos e tal… Mas graças a Deus com Garota foi diferente e o público gostou tanto da primeira quanto da segunda fase e a audiência só cresceu.

WV – 4) E como surgiu a história de Garota de Ipanema na sua cabeça?

EM – Garota de Ipanema surgiu do nada, que é como surgem às boas histórias. Aquelas que você de repente tem um estalo e às vezes não dá muita importância, mas acredite essas são as que valem muito a pena de serem contadas. Eu sempre gostei muito de ouvir MPB e Bossa Nova, e o nosso grande músico, poeta e compositor Tom Jobim é um dos meu favoritos. A poesia dele nos alcança a alma, o coração e Garota de Ipanema sempre foi uma de minhas canções preferidas. Um dia ouvindo ela numa versão internacional maravilhosa na voz da Bebel Gilberto com o Kenny G. maravilhoso no saxofone, eu fiquei tão apaixonado e envolvido com a versão que me veio à idéia na cabeça de escrever uma novela com esse título Garota de Ipanema, que é muito bom e disse pra mim mesmo: Vamos ver no que da… A partir daí foram surgindo idéias, e claro que a trama tinha que se passar no Rio de Janeiro e em especial Ipanema e na praia, que foi onde a maior parte da trama aconteceu e se desenvolveu. E pra deixar isso mais marcante ainda, eu tive a idéia de fazer um concurso na história que levasse o título da novela e que posteriormente elegesse a nossa protagonista/título como a vencedora desse concurso, como a Garota de Ipanema. E como toda boa protagonista merece uma antagonista a altura, eu criei essa vilã que foi terrível e má do começo ao fim, e irmã dela ainda por cima, o que a torna dez vezes pior porque a gente nunca espera ser traído e odiado por uma pessoa tão próxima da gente, mas é o que infelizmente acontece às vezes até na vida real hoje em dia. E movida a muito ciúmes e inveja dessa irmã “Perfeita” que ela imaginava e queria ser como ela, nasceu a Beatriz que pra mim e acho que pra muitas pessoas foi uma grande vilã que ditou as próprias regras e fugiu até ao meu controle ao longo da trama, mas que eu tive muito prazer em escrever para ela e torná-la tão odiada pelo público leitor. E o engraçado e o que me deixou muito satisfeito, é que eu fui tão feliz ao criar a novela e com esse título, que muitos leitores e inclusive administradores de outros sites que tiveram interesse em exibi-la, vieram falar comigo que só pelo título a novela já havia chamado a atenção deles. Pra vocês verem como o título é super importante, é como saborear um grande e delicioso prato primeiro com o olhar, a apresentação, o nome é tudo. Faz muitos querer ler e acompanhar no início só pelo título.

WV – 5) Escrever independente do gênero: Novelas, séries, romances, além de ser uma grande paixão dá muito trabalho?

EM – E como, mas eu sou completamente apaixonado pelo que faço. (Risos)… Eu costumo dizer que numa escala é 90% de transpiração, pra 10% de inspiração. Porque quando você tem o dom e ama o que faz, qualquer fagulha por menor que seja de inspiração te rende bons frutos, mas o conduzir de toda uma trama, desde o seu processo de criar uma história inicial e mais tramas paralelas, a criação de personagens e os seu dramas, e por fim a escrita, quando você começa a moldar tudo isso é muito trabalhoso, mas apaixonante e desafiador ao mesmo tempo. A gente sofre, mas a gente ama aquilo tudo, chega a ser meio masoquista isso até… (Risos) Mas é a mais pura verdade. Eu posso estar em frangalhos, desanimado, com dor, não importa que eu estou lá firme e forte pra fazer o meu melhor e levar uma boa história aos meu fãs e pra quem gosta de uma boa leitura. E novela então nossa da muito mais trabalho ainda, mesmo sendo uma web no caso, você tem que pensar em mil coisas ao mesmo tempo, porque tudo que se encaixar e ser coerente no fim das contas, porque quem lê e já esta acostumado com esses formatos são pessoas muito inteligentes e sacam tudo. Garota por exemplo foram cinqüenta capítulos, com média de quinze a vinte páginas cada e num total de 900 e poucas páginas, é muita coisa. E saber que tem pessoas que lêem e acompanham, torcem, riem e odeiam seus personagens é muito gratificante. É o que nos impulsiona e nos motiva. Eu de verdade sou muito grato por cada um que leu e acompanhou Garota de Ipanema, porque o sucesso dela e a minha motivação de ficar ali escrevendo horas por dia e às vezes não estando num dia muito bom, foi graças a Deus que me capacitou me dando esse dom maravilhoso e que eu amo e a vocês público leitores fiéis que prestigiaram a novela, sem vocês talvez eu não tivesse sido tão feliz no texto, nas tramas e em toda história. De verdade o meu muito obrigado. (P) – Agora só tenho uma critica a fazer meus queridos (Risos) comentem mais, isso é super importante pra nós e pro rumo da história. Nós os autores do Cyber sempre comentamos que sentimos falta dos comentários de vocês, porque isso nos anima ainda mais a fazer cada vez melhor e criar coisas novas pra vocês. E podem comentar e falar sem cerimônia, questionando, dizendo o que gostou e o que não gostou, que personagem tal ou tal trama não esta agradando, porque ai a gente pode ir mudando alguma coisa também de acordo com o que vocês estão achando. Então elogios, dúvidas, críticas, por favor, serão sempre muito bem vindos.

WV – 6) Vamos falar agora de trilha sonora… A gente percebe que você também é apaixonado por trilhas e as suas histórias tem sempre muitas músicas e todas bem casadas com os seus personagens.

EM – Sim tem que ser né? A trilha sonora é sempre mais um personagem a parte, e ela é muito importante porque ajuda a compor melhor a história e os personagens, além de acompanhá-los nos momentos mais crucias da trama. E eu amo tanto escolher as trilhas que muitas vezes um personagem nasce da letra de uma música. Na maioria das vezes a música vem depois do personagem já criado, sua trama e personalidade, mas em alguns casos eu ouço uma música, gosto e penso vou colocar ela na trilha da novela ou da série, e a partir daí começo a ouvi-la inúmeras vezes para poder criar o personagem em cima da letra, e do qual ela será tema. É muito mágico também, todo processo de criação é muito gostoso, minha única dificuldade às vezes é com nomes e sobrenomes. (Risos) Eu fico super indeciso as vezes nesse quesito, porque penso em um nome e parece que não me agrada ou não se encaixa ao personagem, e ai mudo de novo e assim vai indo até que chega aquele momento que você tem aquela resposta: É esse! E ai fica… E ainda falando em relação às trilhas, a da abertura então é a mais importante de todas, porque ela vai embalar toda novela. E quando existe uma forte aderência entre as trilhas e os personagens e a música de abertura, não tem jeito à gente acaba associando e lembrando do personagem e da novela quando as ouve.

WV – 7) Como você lida com a concorrência e a audiência?

EM – Sou super de boa com os dois. Não permito que nem um nem outro interfiram ou atrapalhem no meu desempenho. A concorrência seja em qualquer área que você escolha ou atue, não importa, tendo duas pessoas juntas já existem uma certa concorrência. Claro que nem todo mundo é assim, mas a grande maioria hoje em dia foca muito nisso, no outro, no concorrente, ele é meu adversário e por ai vai… Mas não precisa ser né? Eu acho que independente de qualquer de qualquer gênero ou segmento, cada um tem o seu espaço, o seu talento e deve se preocupar apenas com o seu, em dar e fazer o seu melhor pensando no seu trabalho. Se você direciona isso de uma maneira errada, se incomodando com outro que pode ta melhor, acaba que isso faz mal pra você mesmo e afeta o seu trabalho, além de gerar uma insegurança tremenda. Nesse meio a gente vê muita coisa e como vê, mas graças a Deus meu coração é livre de pensamentos negativos, de ficar me preocupando com a vida ou trabalho dos outros, sentir ciúmes ou inveja dos outros e de seus trabalhos, isso é coisa micha, pequena e não vai te levar a lugar nenhum. Eu confio no meu trabalho, procuro me inovar e me desafiar sempre e escrevo todos os dias com ou sem inspiração, porque é através desse esforço e amor pelo que fazemos, além de ter um bom coração e desejar o melhor pra todos a nossa volta, que o trabalho flui melhor e as coisas acontecem, o reconhecimento vem. Agora sobre audiência eu também sou tranqüilo, claro que se uma hora ela despencar consideravelmente isso vai me fazer refletir pelo menos aonde foi que eu errei, lógico. Mas uma pequena queda numa semana, depois nas duas seguintes sobe, depois na próxima cai um pouco, é perfeitamente normal isso e eu não me deixo abalar. Afinal as pessoas, os leitores que acompanham também tem outros afazeres, tem um outro momento de lazer e não é toda semana no mesmo horário ou dia que ele vai estar disponível pra ler, ainda mais nesse cotidiano corrido e maluco nosso. A audiência que foi medida hoje pode ter tido 180 leitores, e se ela fosse medida de novo dali uma semana nos mesmos capítulos, é bem provável que ela tenha no mínimo duplicado. Então existem várias razões pra que ocorra essa variação e temos que levar isso em consideração. O importante é mantermos a média e isso todos estamos conseguindo, se eu for me descabelar com uns pontos que caem, o que repito é normal. Como vai ser se um dia cair um número bem significativo? Me mato? (Risos) Não pode ser assim né? Gosto quando aumenta os números de leitores, a audiência, quem disser que não gosta ta mentindo. Mas a minha prioridade é com o meu trabalho e cuidar para que ele seja bem feito.

WV – 8) Qual é o seu autor (es) preferido? E você se identifica com o estilo de algum?

EM – Eu gosto muito do suspense, terror e romances internacionais de Agatha Christie, Stephen King e Nicholas Sparks, leio muito. Agora de escritores brasileiros, eu gosto muito de Paulo Coelho, Clarice Lispector, Machado de Assis… Agora falando em novelista, pra mim é Manoel Carlos disparado. Eu sou muito fã do trabalho dele, ele consegue captar e escrever coisas do nosso cotidiano e cria dramas incríveis e eu adoro um bom drama. Sem contar que ele nos faz muitas vezes pensar e refletir sobre a vida e os seus revezes. Eu me identifico um pouco com a maneira dele escrever, acho que ele prioriza muito em suas novelas, o amor, a amizade e a família. E eu também gostar de escrever muito sobre isso, e sempre passando uma mensagem para o público leitor, dando exemplos de vida e fazendo as pessoas se identificarem com aqueles personagens, senão elas mesmas um parente próximo, um amigo ou conhecido. Uma boa história que não falte amor, amizade, família e bons dramas é o cria um laço com o leitor e prende ele a sua trama, claro que se for bem desenvolvida e com esses ingredientes não tem erro. Outra coisa que eu acho muito importante nas histórias em geral é mostrarmos causas sociais, ou falarmos de uma doença por exemplo, porque o papel do autor em si, não é só o de entreter, mas também o de informar, quebrar tabus e preconceitos, gerar discussões, né? Quantas pessoas não mudaram sua maneira de pensar vendo tal assunto sendo abordado e entendendo melhor sobre? Quantos casos de doenças que foram quebrados os preconceitos através de um personagem e as informações que foram passadas e por ai vai… O papel de um escritor nesse sentido dentro da sociedade é muito importante, desde que falado com naturalidade e propriedade, pesquisando muito sobre tais assuntos, lendo sobre e se informando de uma maneira geral, porque não dá pra querer falar sobre determinado assunto e sair escrevendo qualquer coisa também né…

WV – 9) Como foi a sua experiência em postar aqui no Cyber Séries?

EM – Sensacional… Não tenho como descrever mais que isso. Eu sou muito grato a toda equipe e principalmente a você Well que se tornou um amigo pessoal também e a quem eu respeito e admiro muito. Você nos ajuda, apóia e incentiva o tempo todo, fora os trabalhos incríveis e as melhorias que você sempre faz no site em geral, como logos e aberturas, enfim… E a gente sabe como seu tempo é corrido, e que muitas vezes você se desdobra em 10 no mínimo né? (Risos) Como eu já falei no início, eu escrevo há vinte anos e de lá pra cá aprendi bastante coisa e melhorei muito, mas até alguns meses atrás eu não tinha o retorno do público, aliás, nem público eu tinha porque não tinha nada lançado, nem livros publicados, na internet também nada, eu vivia no anonimato. E o Cyber me proporcionou isso, e acredito que pra maioria aqui também, que foi a alegria e a satisfação de ver um trabalho nosso bem feito com todo amor e carinho, sendo bem repercutido e fazendo sucesso. Quantas pessoas vieram falar comigo, dizendo que adoravam a novela, que gostavam do meu texto e ficávamos conversando o maior tempão sobre. Aliás, quem quiser me chamar e conversar fiquem a vontade, no face, Messenger, eu adoro fazer amizades novas e conversar sobre minhas histórias, sou super de boa, amigo, do povo mesmo, podem chamar. Mas continuando, o Cyber me proporcionou isso e cara, eu jamais vou esquecer esse meu primeiro contato com o público leitor, que só foi possível através dessa plataforma, desse site, que eu tenho a honra de fazer parte, em meio a outros talentos da casa, como as meninas por exemplo, tem uma turma aqui que é admirável cada um no seu estilo e que além de tudo fazem umas edições maravilhosas, são super talentosas, a Dea, a Fabi e a Isa que é uma grande amiga que eu admiro muito e que escreve sobre vampiros como poucos sabem fazer. Se eu for começar a falar dela aqui, essa entrevista vai até amanhã… (Risos) Fora elas, tem a Honey outra amiga que sempre converso e troco muitas idéias e que também ta arrasando com a Força do Amor, e por último o Felipe pra quem eu entrego o horário na segunda, que é um grande amigo e tem me ajudado muito com o novo trabalho… Pessoas boníssimas que eu quero levar pra vida. Fora você Well que é um irmão mesmo. Aqui no Cyber eu encontrei respeito e profissionalismo, e isso não tem preço.

WV – 10) Pra terminar Edu: Eduardo Moretti por Eduardo Moretti?

EM – Um cara do bem, que tem um coração enorme e que é sonhador e romântico. Que ama o que faz, que é transparente, sincero e vai sempre falar o que pensa. Que adora ajudar as pessoas, ter amigos e jogar conversa fora, dar risada… Que é teimoso e que se desafia e cobra muito pra fazer sempre o melhor. Não sei? Vou aprender e vou fazer, eu sou capaz! Pensamento positivo sempre e desejando sempre o melhor para todos e pro mundo.

Só pra finalizar, gostaria de pedir a todos que acompanhem amanhã o último capítulo de Garota de Ipanema que esta lindo e agradecer a Deus e a todos vocês que prestigiaram, pelo sucesso que a Web Novela foi. E dentro em breve mais novidades minhas no site, aguardem! O meu muito obrigados a todos.

Wellyngton Vianna
Recifense, 23 anos, administrador chefe do CYBER SÉRIES. Estudante de jornalismo. "Escrever liberta, podemos criar, recriar e inovar. Podemos tornar públicas as nossas idéias".
  • Honey Helloise

    Abriu com chave de ouro! Amei a entrevista, você como sempre se mostrando uma pessoa carinhosa, atenciosa e muito inteligente. Te agradeço muito por me dar ao grande privilégio de ser sua amiga <3

    • Eduardo Moretti

      Obg Honey!!! Tbm é um privilégio ser seu amigo. Te adoro. Bjsss

  • Isa Miranda

    Eu conheci muita gente boa no Cyber, pessoas incríveis e Edu foi a mais maravilhosa dessas pessoas, um ser iluminado de uma sensibilidade literária incrível. Amigo saiba que os meus sentimentos são os mesmo te adoro! Esse seu sucesso se deve ao grande trabalho honesto que realiza, que te falar não é fácil escrever novela e você fez de forma impecável. Parabéns !!! Aguardando as novas empreitadas com ansiosidade porque sei que será tão grandiosos quanto Garota de Ipanema é… bjus <3

    • Eduardo Moretti

      Ownnttt assim vc me quebra amiga… Rsrs eu vou falar o que depois disso tudo??? Só dizer que te amo de coração, que vc é uma amiga irmã mto querida, que eu admiro mto pelo seu talento e pela guerreira que és. Amo suas histórias tbm e volto a dizer quero parceria hein rsrs fiquei mto feliz com tdo seu carinho, saiba que é mto importante pra mim. Te amo. <3

      • Isa Miranda

        Adoroo s2

  • Wellyngton Vianna

    Obrigado pela participação Edu!

    • Eduardo Moretti

      Eu que agradeço Well. Foi uma honra. Saiba que pode sempre contar comigo amigo. <3

  • Andrea Bertoldo

    Obrigada pela parte que me toca. <3 Sua novela é melhor que muita global! Ainda vou te ver na telona!

    • Eduardo Moretti

      Ownntt… Obg Dea! Te adoro amiga, fico mto feliz com o elogio. Vc tbm arrasa linda. s2