Corações Partidos – Capítulo 03

Corações Partidos – Capítulo 03

 

UMA NOVELA DE: EDUARDO MORETTI

CAPÍTULO 3: O GRANDE REENCONTRO!

 

Quinze dias depois…

Ellen: E ai Érica, o que você acha? Com qual vestido eu vou? – Diz mostrando duas opções a irmã.

Érica: Eu gosto mais do vermelho, Ellen. Primeiro porque você fica linda de vermelho e depois porque eu já vou de branco… E como noiva, eu tenho o direito de escolher, não é mesmo? – Indaga sorrindo.

Ellen (Sorri): Sim senhora, madame Fontenelle. O que foi Érica? Você ficou pensativa de repente.

Érica: Eu estava aqui pensando, será que estou fazendo a coisa certa? Todo mundo diria que sim. E eu também acho que é isso mesmo o que eu devo fazer, mas eu não sei… Desde que eu conheci o Rodrigo, eu não paro de pensar nele. Eu não amo mais o Vinícius como antes. Aquele amor que eu pensava ser eterno, e o Vinícius ser o homem da minha vida… Não existem mais. Acabou.

Ellen: O minha irmã… Pensa bem no que você vai fazer, é a sua vida, a sua felicidade que esta em jogo. Não adianta você se casar com o Vinícius só porque está grávida dele. Um casamento sem amor é o mesmo que ser infeliz pelo resto da vida. Amor e felicidade caminham juntos, se completam. Se você não tem um, dificilmente alcançará o outro. A sua felicidade e o seu amor tem um nome, e é Rodrigo. Por mais que você não acredite, no caso de vocês foi amor à primeira vista sim! Você não imagina o quanto isso é raro de acontecer, e quando acontece a gente tem que agarrar com unhas e dentes.

Érica: Eu não sei… Eu estou tão confusa e depois eu já até o dispensei e rasguei o cartão dele… Mesmo que eu quisesse, eu não saberia como encontrá-lo.

Ellen: Como não? Pelo amor de Deus, Érica. Vocês moram na mesma cidade. Você disse que ele é dono de um restaurante… Não seria tão difícil assim de encontrá-lo né? Depois hoje em dia tem a internet, as redes sociais… Você só não o encontrará senão quiser.

Érica: Pode até ser… Mas ele tem namorada e já deve ter voltado pra ela. Bom, Ellen, você me dá licença, eu preciso descansar um pouco até a noite.

Ellen: Claro. Mas pense bem… Hoje é a sua festa de noivado, amanhã será o casamento e depois… Poderá ser tarde demais. Pense nisso e se precisar me chame, que eu estarei sempre do seu lado. – Diz sorrindo para a irmã e sai.

Érica (Sorri): Obrigada! – Diz com um meio sorriso e depois se deita na cama e fica pensando em Rodrigo.

{Trilha Musical: A Sua – Marisa Monte}

***

Na casa de Geórgia, os preparativos para o noivado corriam a todo vapor…

Geórgia: Maria coloque mais flores na porta de entrada, lá ainda esta vazio, e eu quero as flores bem distribuídas pela casa toda hein? Tudo deve estar perfeito essa noite.

Maria: Sim senhora, Dona Geórgia.

Vinícius (Sorrindo): Nossa quanto entusiasmo, hein dona Geórgia?

Geórgia: Ah, meu filho, eu sei que você está feliz e é só por isso que eu também estou… Porque do meu gosto esse noivado não é, ah, mas não é mesmo.

Vinícius: Mas é e sempre foi do meu, e eu espero que a senhora respeite isso. Eu estou muito feliz e no final das contas a senhora tinha razão, a Érica voltou pra mim…

 Geórgia: É. Eu sei. Eu sempre tenho razão, às vezes eu preferia não ter, mas enfim… E não pense que ela voltou pra você porque morre de amores por você, porque não é… Ela só voltou porque espera um filho seu.

Vinícius: Sim, eu sei disso. Mas o que importa de verdade é que ela voltou pra mim, nós vamos nos casar e ter um filho e eu estou muito feliz com tudo isso. Depois ela gosta ainda de mim sim, ela só não dá o braço a torcer.

Geórgia: Antes eu tinha certeza que sim meu filho, mas agora parece que não. Ou pelo menos, não tanto quanto antes.

Vinícius: Do que a senhora está falando, mãe?

Geórgia: Nada, meu filho. É que eu sou uma mulher vivida e que conhece bem as pessoas só de olhar, e para mim, a Érica não gosta mais de você. Eu tenho certeza absoluta disso.

Vinícius: Eu não me importo. Se isso for mesmo verdade, eu a conquistarei de novo, pode aposta dona Geórgia.

Geórgia: É, pode até ser… Mas me diga uma coisa, quem você convidou para essa festa de noivado tão repentina?

Vinícius: Convidei a Sheila e o namorado, o Victor e a Fernanda, o Danilo, a Amanda, a irmã da Érica com o namorado, os pais dela, a Lívia amiga da Érica e nós aqui de casa.

Geórgia: Então são dezesseis pessoas, mais umas vinte que eu convidei… Umas quarenta pessoas, mais ou menos… Bom, agora deixa eu acertar tudo com o bufê, que depois eu ainda tenho que ir ao cabeleleiro. Até logo, filho. Beijos.

Vinícius: Até mãe… A Érica me ama sim! E eu irei fazê-la muito feliz… (Diz pensando alto).

***

Enquanto isso na casa de Victor…

Victor: Vamos Igor? Vai ser bom você sair, arejar um pouco a mente, conhecer pessoas novas. Eu tenho certeza que lá terão muitas gatas. O que me diz?

Igor: Não, obrigado. Eu prefiro ficar em casa mesmo.

Fernanda: Igor… Vamos? Eu prometo que ficaremos do seu lado, você não vai se sentir sozinho.

Igor: Obrigado, Fernanda. Você é uma amiga e tanto, mas eu prefiro mesmo ficar.

Victor: Deixa ele Nanda. Se ele prefere ficar em casa se correspondendo com essas mulheres virtuais, pelo computador, paciência. Nem parece ser meu irmão. Eu vou tomar uma ducha.

Fernanda: Não fique assim Igor… E não liga para o que o Victor fala. Saiba que sempre que você quiser conversar, se abrir, enfim, conta comigo que eu sou sua amiga ta?

Igor: Obrigado, Fernanda. É muito bom saber que a gente tem em quem confiar. Eu adoro você e desejo do fundo do meu coração, que você e o Victor sejam muito felizes, cunhadinha. (Diz sorrindo).

Fernanda: Eu também te adoro e quero que você também seja muito feliz. (Diz dando um beijo no rosto dele).

***

Enquanto isso, na casa de Rodrigo…

Sheila: Com qual vestido você acha que eu devo ir, Rodrigo?

Rodrigo: O azul, você fica linda de azul.

Sheila: E você, o que vai usar?

Rodrigo: Eu não vou, Sheila.

Sheila: Como não vai? Eu não vou a esse noivado sem o meu namorado. E depois o Vinicius é meu amigo, eu devo isso a ele, e também à Geórgia. Eles querem conhecer você já faz tempo. Daqui a pouco eles vão achar que você é invenção da minha cabeça, que não existe.

Rodrigo: Está bem, você venceu. Eu vou, mas não prometo ficar muito tempo, tudo bem?

Sheila: Tudo bem, assim que você quiser, nós viremos embora… Eu amo você Rodrigo. – Diz dando um beijo nele.

Rodrigo: Bom, agora eu vou tomar banho.

Sheila: Rodrigo é impressão minha ou você esta diferente comigo?

Rodrigo: É só impressão sua Sheila… Eu continuo o mesmo Rodrigo de sempre. Agora deixa eu tomar minha ducha, senão a gente vai se atrasar…

Rodrigo foi até o quarto, deixando Sheila pensativa.

***

ABERTURA:

A noite chega e com ela, a festa de noivado de Érica e Vinicius, na mansão dos Fontenelle…

 

{Começa tocar: Wave – Rosa Passos}

 

Geórgia (Sorridente): Boa noite Alberto, Silvia. Entrem e fiquem a vontade.

Silvia: Obrigada Geórgia, você está linda.

Geórgia: Ah, mas você também não fica atrás Silvia, sempre deslumbrante e discreta, o que é o mais importante…

Alberto: É… A Silvia é mesmo uma mulher maravilhosa e a cada dia que passa, eu me descubro mais apaixonado por ela.

Geórgia: Alberto você é um homem de sorte, e a Silvia também é uma mulher de sorte por ter um homem como você… Aproveitem à festa meus queridos, que eu irei recepcionar os outros convidados. Fiquem a vontade, até mais.

***

Amanda e Danilo chegaram e Geórgia foi de encontro a eles…

Geórgia: Amanda, minha querida, como você está linda! Você andou um pouco sumida hein, que saudades. – Diz dando um abraço nela.

Amanda (Sorri): É que eu estive ocupada nesses últimos tempos…

Geórgia: Ah, eu sei bem o motivo dessa ocupação toda… Chama-se Marcelo Martins. Você não desiste mesmo hein, sua danada.

Amanda: Jamais… A gente não desiste de quem ama né?

Geórgia: É verdade… Ele virá aqui hoje, com a namorada. Mas entre Amanda, a casa é sua.

Amanda: Obrigada, Geórgia.

Geórgia: E você Danilo, veio só pajear a irmã ou vai entrar e aproveitar a festa?

Danilo: Lógico que vou entrar… A Amanda já sabe e muito bem se virar sozinha. E a Samara?

Geórgia: Aquela lá está lá em cima, se trocando… Mas pode ir até lá, se quiser.

Num outro canto da sala…

Vinícius: Oi Alberto, Silvia… Como vocês estão?

Silvia: Bem e você como vai?

Vinícius: Bem, mas um pouco nervoso para a chegada de Érica.

Alberto: Não se preocupe, ela só deve chegar depois dos convidados. E você, animado com o fato de ser pai?

Vinícius: Eu amo muito a Érica e estou adorando a idéia de ser pai… Tenho certeza que nós vamos ser muito felizes.

Alberto: E nós estamos adorando a idéia de sermos avós. Não é, Silvia?

Silvia: É verdade, e quem sabe seja um menino. Como eu e o Alberto só tivemos filhas, seria bom se tivéssemos um netinho.

Vinícius: Quanto a isso vocês não se preocupem, porque se não for dessa vez, oportunidades não vão faltar, já que eu quero pelo menos uns quatro filhos. – Diz sorrindo.

Silvia (Sorri): Animado você hein… Deixa só a Érica saber disso…

***

No quarto de Samara…

Samara: Entra…

Danilo: Oi amor… Você já esta pronta?

Samara: Oi Danilo, ainda não. A Amanda veio com você?

Danilo: Veio sim. Ta lá embaixo com a sua mãe.

Samara: Que bom, ela eu estava com saudades dela.

Danilo: Então vamos descer meu amor?

Samara: Ainda não. Vai indo na frente, depois eu desço. Eu não estou em clima de festa, ainda mais aqui em casa, com a dona Geórgia bancando a anfitriã. Eu só estou aqui mesmo pelo meu irmão e pela Érica que eu adoro, senão…

Danilo: Está bem, eu vou descendo então, mas não demore muito, ta?

Samara: Pode deixar… Eu não posso continuar desse jeito. Eu amo o Raul e não o Danilo. Por onde será que o Raul anda? Ele já deve estar até casado. Tudo isso, graças à Geórgia! (Pensou alto).

***

Todos os convidados já haviam chegado, inclusive Rodrigo e Sheila. Enfim, Geórgia e Vinicius conheceriam Rodrigo…

Geórgia: Oi Sheila! Como vai querida?

Sheila: Bem, obrigada. Geórgia, eu quero lhe apresentar o Rodrigo, meu namorado.

Geórgia (Simpática): Finalmente, eu vou conhecê-lo, muito prazer! Você é um rapaz muito bonito.

Rodrigo: Obrigado. O prazer é todo meu…

Geórgia: Parabéns Sheila, você de boba, não tem nada… Vinícius vem aqui, eu quero que você conheça o Rodrigo, o namorado da Sheila.

Vinícius: Oi Sheila. Como vai Rodrigo?

Rodrigo: Oi Vinícius. Eu vou bem e você? Parabéns pelo noivado.

Vinícius: Obrigado. Eu vou bem obrigado. Tirando o nervosismo. (Diz rindo).

Geórgia: O Vinicius e a Sheila se conhecem desde crianças, eu e os pais dela éramos amigos. Eu vi essa menina nascer e crescer e veja só que mulher bonita ela se tornou. Os dois até já namoraram na adolescência e eu fazia muito gosto que eles se casassem… E para falar a verdade, até hoje ainda faço gosto, mas, enfim, cada um seguiu a sua vida e hoje temos o Rodrigo e Érica fazendo parte da história de nossas vidas. E eu, tenho que me conformar, não é mesmo? Eu desejo felicidades a você e a Sheila e não se assuste com o meu jeito não, viu Rodrigo, é que eu sou verdadeira e falo o que penso e sinto, só isso. Afinal eu sou um ser humano como outro qualquer, só que com muito mais audácia e sinceridade. (Diz rindo).

Rodrigo: Que isso, Geórgia, eu já estou acostumado. Você não é a única pessoa assim no mundo, e depois eu até admiro pessoas verdadeiras como você.

Geórgia: Viu só gente? Eu acho que o Vinicius e a Sheila se assustaram mais do que você. (Comenta rindo) – Fazer o que? Esse é o meu jeito Geórgia de ser… Sinceridade a toda prova.

Vinícius: O que você faz da vida, Rodrigo?

Rodrigo: Eu sou sócio de um amigo em um restaurante, o Sabor e Arte.

Geórgia: Eu não acredito… Eu já estive lá várias vezes. Sou uma freqüentadora assídua desse restaurante e para mim, é um dos melhores restaurantes do Rio. Não estou puxando o saco não. É verdade mesmo! O Vinícius já esteve lá comigo também, não é, filho?

Vinícius: Já sim mãe, e sem dúvida é um ótimo restaurante… Agora, se vocês me dão licença, eu vou conversar com uns amigos. Por favor, fiquem a vontade.

Geórgia: Eu gostei muito de você, Rodrigo. E agora que eu sei que você é sócio do Sabor e Arte, vou voltar lá sempre e faço questão de ser recepcionada por você. E assim como a Sheila, sinta-se convidado a freqüentar a minha casa quando quiser, a Sheila você sabe, já é de casa.

Rodrigo: Esteja certa, que eu virei sim. E quando for ao meu restaurante, me avise que eu estarei lá para recebê-la, com toda certeza.

Geórgia: Obrigada! E eu vou cobrar hein? Mas fiquem a vontade, eu preciso dar atenção aos outros convidados também. Tem coisa nessa vida que cansa mais do que ser anfitriã? Fala verdade.

Sheila (Sorri): Vai lá querida… Fique a vontade, Geórgia.

***

A festa estava maravilhosa. Ellen e Ricardo já haviam chegado, junto com Fernanda e Victor, Lívia também já estava presente. Era a hora de Érica, a noiva, chegar…

Geórgia (Sorri): Érica, como você está linda!

Érica: Obrigada Geórgia.

Geórgia: Atenção todo mundo, a noiva acaba de chegar!

Nesse momento, todos se viraram e admiraram a beleza de Érica em seu vestido branco… Rodrigo, parecia não acreditar no que os seus olhos viam… Era a sua Érica, o seu amor à primeira vista, que ele conhecera outro dia no trânsito, que iria ficar noiva ali, bem na sua frente… Érica, até então não o tinha visto.

Vinícius (Feliz): Você está linda, meu amor. – Diz emocionado dando um beijo nela e pegando-a pela mão, e em seguida a conduzindo entre os convidados.

Érica (Sorri): Obrigada.

Vinícius: Vem vamos cumprimentar todos…

Érica: Vamos sim.

Geórgia: Vão meus queridos, porque hoje a noite é de vocês!

Os noivos foram cumprimentando a todos, até que chegou à hora de Sheila e Rodrigo…

Vinícius: Érica vem cá meu amor. A Sheila você já conhece, agora deixa eu te apresentar o Rodrigo, o namorado dela.

Nesse momento, Érica ficou surpresa e emocionada ao reencontrar Rodrigo, o atual e eterno dono de seu coração…

{Começa tocar: As Dores do Mundo – Nila Branco}

 

Érica (Sorri sem graça): Você? Como vai?

Rodrigo (Sorri): Bem, e você?

Érica: Bem, graças a Deus…

Sheila e Vinícius se espantaram ao notarem que Érica e Rodrigo, já se conheciam.

Sheila (Curiosa): Mas vocês já se conhecem? Da onde?

Rodrigo: Você se lembra daquele dia em que eu bati o carro?

Sheila: Sim, eu me lembro, e daí?

Rodrigo: Foi no carro da Érica…

Érica: E nós tivemos muita sorte de não ter acontecido nada mais grave, não é mesmo? – Diz ainda sem graça, desviando o olhar.

Rodrigo: Verdade, ainda bem. Mas e o seu carro Érica, como ficou?

Érica: Ficou ótimo. E o seu?

Rodrigo: Também.

De longe, Geórgia observava a cena e como era muito esperta, percebeu logo que havia um clima no ar, entre Érica e Rodrigo…

Geórgia: Então quer dizer que existe alguma coisa entre a Érica e o Rodrigo… Pelo visto separá-la do Vinícius será mais fácil do que eu pensava… E sem a minha ajuda, ou talvez, com um empurrãozinho apenas… (Disse rindo, enquanto pensava alto).

Amanda: O que foi que você disse, Geórgia?

Geórgia: Nada não, Amanda. Eu só estava pensando alto… Vinícius, Sheila, venham até aqui, um minutinho. Por favor…

***

Rodrigo e Érica ficaram a sós e puderam conversar sem reservas…

Rodrigo (Triste): Então, vocês voltaram?

Érica (Sem graça): Pois é, eu acabei pensando melhor e resolvi dar mais uma chance pra ele. E você e a Sheila, estão bem?

Rodrigo: Estamos sim… Eu pensei que nunca mais fosse te ver. Sei que aqui não é hora, nem lugar pra falar nisso, mas eu não consigo tirar você da minha cabeça… Érica, eu estou completamente apaixonado por você.

Érica: Eu nem sei o que te dizer… Mas dadas as atuais circunstâncias, eu acho melhor você seguir o seu caminho, e eu seguir o meu… É assim que tem que ser.

Rodrigo: Não precisa fugir dos seus sentimentos, Érica. Eu sinto que você também me ama, mas se é assim que você quer… Assim será. Mesmo estando com o coração partido e por mais que isso me doa, eu vou tentar te esquecer. Eu prometo.

Érica: Eu sinto muito, de verdade… Você já conhecia o Vinícius?

Rodrigo: Não, eu só o conheci hoje. Na verdade, a Sheila é quem conhece a família há anos.

Érica: Eu sei… Ela já a tinha visto por aqui algumas vezes. Eu jamais podia imaginar que ela era sua namorada…

Rodrigo: Pois é, que mundo pequeno esse né? – Diz a encarando o tempo todo.

***

No outro canto da sala…

Geórgia: Mas então foram os dois que bateram com os carros naquele dia?

Vinícius: É isso mesmo, mãe.

Geórgia (Sorri): Que interessante… Sente-se um pouco aqui, Sheila.

Sheila: Obrigada, Geórgia. Mas eu estou bem de pé. – Disse impaciente enquanto olhava para Rodrigo o tempo todo.

***

Enquanto isso, Érica continuava resistindo ao charme de Rodrigo…

Érica: Não Rodrigo, eu não amo você. Eu amo o Vinicius, por isso eu voltei pra ele. Amor à primeira vista não existe, isso é tudo fantasia de sua cabeça… Daqui a algum tempo, você não irá nem se lembrar que eu existo.

Rodrigo: Eu duvido muito. Depois se amor a primeira vista não existisse, eu não estaria sentindo o que estou sentindo e já tinha conseguido tirar você da minha cabeça… Mas se você mesma afirma que não sente o mesmo por mim, eu não vejo outra saída, a não ser te esquecer definitivamente.

Vinícius: Com licença? Eu vim roubar a noiva. Nós precisamos dar atenção aos outros convidados também, né meu amor?

Érica (Sorri): Sim, claro.

Rodrigo: Claro, por favor, ela é toda sua. E mais uma vez, parabéns pelo noivado. Eu desejo a vocês toda felicidade do mundo. – Disse olhando dentro dos olhos de Érica, que por sua vez, desviou o olhar e foi se afastando com o noivo.

***

Enquanto isso jardim da mansão, Amanda jogava charme pra cima de Marcelo…

{Começa tocar: Down – Vanessa Rangel}

 

Amanda: Oi Marcelo, tudo bem?

Marcelo: Oi. E já vou logo avisando hein… Fica bem longe de mim, que por causa de você naquele dia na casa noturna, eu já tive problemas com a Ellen… Mania de me perseguir em tudo que é lugar, é na clínica, na casa noturna, agora aqui…

Amanda: Calma… Eu sou do bem, não precisa se estressar não. (Diz sorrindo).

Marcelo: Sei…

Amanda: E a Ellen… Cadê?

Marcelo: Ela esta com a Érica, lá dentro. Agora eu acho melhor você me deixar sozinho, antes que ela volte.

Amanda: Está me dispensando? Olha que assim eu vou me sentir ofendida…

Marcelo: Entenda como quiser. Eu só não quero nenhuma confusão com a Ellen. Ela é a mulher da minha vida e eu a amo. Será que é tão difícil pra você entender isso?

Amanda: E será que é tão difícil de você compreender que eu amo você? Que eu sou louca por você, sempre fui… Desde que nós ficamos juntos aquelas vezes, e você sabe muito bem disso. Só se faz de bobo.

Marcelo: Amanda, entenda uma coisa, o que houve entre nós, acabou! É coisa do passado, não tinha que dar certo. Hoje eu sou muito mais feliz com a Ellen, do que era com você. Então pare de me perseguir, porque da minha parte você só vai ter a minha amizade e nada mais. Parte pra outra e vê se me esquece, pois eu já te esqueci há muito tempo!

Ellen: Algum problema meu amor? (Indaga ao chegar perto deles e da um beijo em Marcelo).

Marcelo: Não. Problema nenhum, meu amor. Eu só vim tomar um pouco de ar aqui fora, mas o ar por aqui está poluído… Vamos meu bem, eu não quero que você respire desse ar…

Ellen: Vamos sim querido… Eu amo você, Marcelo.

Marcelo (Sorri): Eu também amo você, Ellen…

Amanda (Com raiva): Miserável! Eu ainda vou fazer você se lembrar de mim pelo resto de sua vida… Vai ter troco. Pode esperar que vai…

***

Dentro da mansão…

Fernanda: Oi Sheila, Rodrigo, como vocês estão?

Sheila: Bem e você Fernanda?

Fernanda: Bem, graças a Deus. Eu só não vejo a hora de me formar… Tenho ralado muito na faculdade.

Rodrigo: E quanto tempo falta?

Fernanda: Um ano. Eu sou colega de faculdade da Ellen, a irmã da Érica. Eu vou me especializar em neurologia e ela em obstetrícia, talvez…

Sheila: Que bacana. E depois vocês pretendem montar consultório, trabalhar na rede pública?

Fernanda: A gente já tem até convite, acredita? Iremos trabalhar, na clínica de Médicos Associados, que fica na Barra. O namorado da Ellen é médico lá e já arranjou estágio pra gente.

Sheila: Eu conheço o lugar, é sem dúvida uma ótima clínica. Uma amiga minha também trabalha lá, a Amanda, ela é dermatologista.

Fernanda: Eu acho que sei de quem você está falando…

Victor: Nossa, você está com uma cara de desanimado Rodrigo, o que foi que aconteceu?

Rodrigo: Nada Victor… É cansaço, só isso.

Nesse instante, uma desconhecida veio falar com Rodrigo…

Moça: Oi, você é o Rodrigo?

Sheila: Sim. E eu sou a namorada dele. Prazer, Sheila.

Moça (Sem graça): Oi, eu sou Renata. Você é o dono do Sabor e Arte, não é?

Rodrigo: Sim, sou eu mesmo e esse é o Victor, o meu sócio e a namorada dele, Fernanda.

Fernanda: Oi, prazer.

Victor: Você freqüenta o Sabor e Arte faz tempo?

Moça: Não, eu só estive lá uma vez e adorei a comida, o ambiente, tudo… Eu o reconheci e vim parabenizá-los pelo restaurante.

Sheila: É, o meu namorado é mesmo um ótimo empresário. Você está convidada a voltar lá, quando quiser… Mas avisa antes, porque eu quero estar lá quando você for… O Rodrigo é quem recepciona as pessoas e sabe como é, nos dias de hoje… Seguro morreu de velho. Nós servimos também galinha e o dia em que você for esse será o nosso prato principal, querida.

Rodrigo (Bravo): Sheila! Me desculpa, moça… Eu…

Moça: Bem, eu já vou indo, Rodrigo. Foi um prazer conhecer você… Tchau.

Sheila: Tchau Renata… O prazer foi meu.

Rodrigo: Por que você fez isso, Sheila?

Sheila: Simples, porque ela estava dando em cima de você… Ou vai dizer que não percebeu?

Rodrigo: Ah, não! Esse seu ciúmes doentio de novo, não!

Victor: Com licença, eu e a Fernanda vamos dar uma volta. (Diz e sai de lado com a namorada).

Fernanda: Nossa… Mas essa Sheila é muito ciumenta.

Victor: E o pior é que ela acaba afastando até os clientes do Sabor e Arte, depois eu e o Rodrigo é quem ficamos no prejuízo.

Fernanda: Eu sou muito ciumenta, Victor?

Victor: Um pouquinho, mas eu também sou… E depois na medida é até bom para o relacionamento.

Fernanda: É, ainda bem que nós não somos nada comparados a Sheila.

Victor: Graças a Deus!

***

Era chegada à hora da troca de alianças… E Vinícius faria um breve discurso.

Vinícius: Por favor, eu quero roubar uns minutinhos da atenção de todos vocês. Eu quero que vocês sejam testemunhas do meu amor pela Érica… Que é a mulher mais incrível, apaixonante e linda, que eu já conheci em toda a minha vida… Érica, eu amo muito você e quero te fazer muito feliz, para o resto de nossas vidas… – Diz e coloca a aliança no dedo dela.

Érica: Eu também amo você, Vinicius… – Diz olhando para Rodrigo e coloca a aliança no dedo de Vinícius.

E assim, Érica e Vinicius trocaram as alianças e ficaram noivos… Todos bateram palmas ao final com o beijo apaixonado do casal… Geórgia que adorava chamar a atenção, queria fechar a noite com chave de ouro e o veneno ecoou através de suas palavras…

Samara: Lá vai ela… Essa não perde uma oportunidade de ser o centro das atenções…

Danilo: E você não perde tempo quando se trata de falar mal da sua mãe, hein?

Geórgia: Bom pessoal, eu não posso deixar de dizer que estou muito feliz pelo meu filho. A felicidade dele é a minha própria felicidade… E também, porque dentro de alguns meses eu serei vovó! É isso mesmo que vocês ouviram. Eu confesso que não gosto muito de ouvir, muito menos de falar essa palavra, mas é a mais pura verdade… A Érica está grávida, vai ser mamãe e este é um dos principais motivos pelos quais, está festa de noivado esta acontecendo hoje. Parabéns meus queridos, eu amo vocês e espero que você Érica, faça o meu filho muito feliz! – Disse erguendo a taça para Érica, em tom provocativo, e depois olha para Rodrigo, que parece não entender nada.

Todos ficaram surpresos com a notícia que Geórgia acabara de anunciar e mais ainda, com a maneira dela se expressar. Rodrigo ficou pasmo e pensou consigo mesmo:

Rodrigo: Então ela esta mentindo pra mim… Ela só voltou pra ele porque esta grávida. Foi só por isso. – Concluiu com um sorriso bobo nos lábios, enquanto Érica de longe o observava, e recebia os cumprimentos. – Ela me ama… A Érica me ama!

***

 

FIM DO CAPÍTULO.

(A imagem congela em Rodrigo. Logo depois um enorme Coração Partido surge sobre ele).

{O capítulo se encerra com a música: A Sua – Marisa Monte}.

 

 

 

Eduardo Moretti

Um cara do bem, romântico, sonhador, apaixonado pela vida e que ama o que faz… “Escrever para mim, é deixar de ser criatura para ser criador.”