Bom dia Vida: Programa 3 – Contos para refletir

Bom dia Vida: Programa 3 – Contos para refletir

Bom dia leitores, bem vindos a mais um Bom dia Vida. Hoje estou trazendo a vocês um gênero textual muito lindo. É encantador, sempre nós passa alguma mensagem essencial. Os contos.

Vamos acompanhar alguns contos que realmente nos fazem refletir sobre como vivemos e e como devemos de fato viver. Acompanhem:

 

Diferenças

Um sujeito estava colocando flores no túmulo de um parente, quando vê um chinês depositando um prato de arroz na lápide ao lado.
Ele vira para o chinês e pergunta-lhe:
– Desculpe, mas o senhor acha mesmo que o defunto virá comer o arroz?
E o chinês reponde-lhe:
– Sim, quando o seu vier cheirar as flores!
Respeitar as opções do outro, em qualquer aspecto, é uma das maiores virtudes que um ser humano pode ter.
As pessoas são diferentes, agem de forma diferente e pensam diferentemente. Nunca as julgue, apenas compreenda-as.

 

A liberdade do papagaio

Um mercador que tinha um papagaio preso a um poleiro, um dia, resolveu viajar para a Amazônia e perguntou ao louro o que desejava de lá. Este lhe pediu:
– Se vires algum bando de papagaios livres, pergunta-lhes como também posso ser livre e voar.
Na amazônia, o mercador viu um bando de papagaios e gritou-lhes a mensagem do louro. Ao ouvi-lo, o guia do bando caiu como morto. O homem, penalizado, pensou: “Coitado!, devia ser parente do meu papagaio”.
Ao voltar, contou o sucedido a seu papagaio e este, para seu espanto, tombou como morto. O homem lamentou, mas, resignado, desprendeu o louro inerte e o atirou ao quintal. No próprio impulso com que foi jogado, ele alçou vôo e pousou num galho. O mercador, muito admirado, perguntou-lhe:
– Afinal, o que significa tudo isso?
E o papagaio respondeu-lhe:
– Apenas segui a lição.
Não basta adquirir sabedoria, é preciso também saber usá-la.

 

Valores do mundo

Um professor de jardim de infância pediu que os alunos lhe trouxessem à escola, no dia seguinte, a coisa que mais gostassem e que mostrassem para todos os colegas. Qualquer coisa, desde que, para eles, fosse a melhor.
No dia seguinte, as crianças chegaram muito animadas, cada qual trazendo aquilo de que mais gostava. Trouxeram seus ursinhos de pelúcia, brinquedos de toda sorte, carrinhos de todas as cores e tipos e bonecas, muitas bonecas.
Mas um deles trouxe seu grande pai e o apresentou a todos como sua posse mais valiosa!

 

Muito interessante como rapidamente coisas passadas por. Ossa cabeça ao ler contos como estes. A escrita tem esse poder.

Amigos, nos vemos amanhã com mais conteúdo motivador pra vocês.


 

 

 

Wellyngton Vianna

Recifense, 23 anos, CEO fundador do CYBER SÉRIES.

“Escrever liberta, podemos criar, recriar e inovar. Podemos tornar públicas as nossas idéias”.

Close