Além da porteira: Capítulo 31

Além da porteira: Capítulo 31

 

Capítulo escrito por: Luiz Lisboa

Classificação indicativa: 

 

Promessa parece não ter acordado ainda, está no mundo da imaginação ,sonhando acordada com o olhar profundo e contundente de Raul. Não se deu conta  de que seu noivo está pra chegar a qualquer minuto.O que era só promessa está para se cumprir.

DORICO: Estou muito ansioso pra ver meu futuro genro.

ZENAIDE: Se acalme homem.A noiva dele é nossa filha!

SANTA: Quem vai chegar mesmo dona Zenaide?

ZENAIDE: É o noivo de minha filha.

SANTA: É o filho daquele senhor que embarcou pro pantanal outro dia?

DORICO: É esse mesmo dona Santa.Agora é pra valer,ele está vindo e só vai depois do casamento e levará nossa filha.

SANTA: Parabéns, Promessa.

PROMESSA: Parabéns? Por quê?

SANTA: Pelo seu casamento. Quisera eu se o peão Dico topasse a se……

ZENAIDE: O que a senhor está dizendo dona Santa?

SANTA: Hã? Coisa minha dona Zenaide.

Para Promessa,a história desse casamento arranjado é uma brincadeira e imposição.No seu íntimo ela carrega o desejo de se casar com Raul.Casamento com Carlos é uma assunto sem sentido e que nunca  terá avanço e nem conclusão à maneira de seu pai.

NA  FAZENDA

Enquanto os donos da fazenda estão na vila,os visitantes estão na maior diversão.

DICO: Bom ,agora vocês podem ir para o rio e mais tarde na minha folga eu passo por lá.

MARGARIDA: Podem ir coisa nenhuma.Eu vou é montar na sua garupa ,onde você for estarei junto.Tenòrio e o padre podem ir eu fico com o meu peão.

TENÓRIO: Eu e o Chiquin?…,,quero dizer,eu e o padre,que legal.

DICO: Tome cuidado Tenório,padre é santo.Fique na sua.

TENÓRIO: Santo?…Ah, sim ,plenamente santo.

NO  SÍTIO  DE   GLÓRIA

Após muitos ensaios,Lídia está pronta para fazer a serenata para Raul.

LÍDIA: Hoje eu cantarei para Raul.

GLÓRIA: Como você é teimosa, hem minha filha!Mas deixarei você ir pra quebrar a cara e se desencantar de uma vez.

LÍDIA: É o amor que eu sinto por ele que me obriga a fazer isto mamãe.

GLÓRIA: Raul não quer nada com você  menina.

LÍDIA: Tá bom,a senhora já disse isso um milhão de vez.Será minha última tentaiva.Depois deixarei ele em paz.No final do dia irei lá cantar pra ele.

NO  SÍTIO  DE  RAUL

O jovem solitário,agora não pensa em outra coisa a não ser em sua amada:Promessa.

RAUL: Barão ,venha aqui ,meu amigão,vamos conversar um pouquinho.Sabe companheiro,lembro dela  ainda menina ,eu ficava ali na estrada brincando com os meus irmãos e ela passava com o pai  .Agora, já está uma bela moça e ainda mexeu com o meu coração.Ainda  pouco,ela passou aqui mais o seu maldito pai.Com aqueles olhos lindos ,olhou e marcou o meu coração.Estou apaixonadão por ela,e estou disposto a qualquer coisa por este amor.Basta ela dar o sinal verde que eu agirei.

NA  FAZENDA

Os peões,estão em seus afazeres e Margarida montada na garupa  do cavalo de Dico.

RENATO: Ó peão,eu não tenho nada com isso,mas se o patrão ver você trabalhando com a namorada na garupa,ele não vai gostar disso não.

DICO: É verdade,meu amor,vou te levar lá onde estão Tenório e o padre.O patrão pode não gostar.

MARGARIDA: Pelo o que eu sei ele vai demorar.Foram buscar o noiva da filha dele.

RENATO: Ficou séria essa história de casamento da minha gata.

DICO: O que você disse peão ?

RENATO: Eu disse que hoje nós vamos conhecer o noivo da patroinha.

MARAGARIDA: Juro que eu pensava ter ouvido outra coisa.Mas deixa isso pra lá.Vamos pro rio.

O peão Renato é louco de amor por Promessa,e está sofrendo vendo ela se casando com outro.Mas ele tem consciência de que esse amor será impossível de ser correspondido.

NA  VILA

Os olhares curiosos,estão todos voltados para o ponto de ônibus,  para verem o que seu Dorico e a família estão esperando dessa vez.

VERA: Olha só  Ciro,seu Dorico esperando alguém do ônibus de novo.

CIRO: É verdade,mais quem será dessa vez?

TINA: Vejam,a dona Dolores está vindo.Vamos perguntar pra ela.

VERA: Ela sabe de tudo.Vamos perguntá-la.

Então Tina questionou Dolores sobre o que queriam saber.E ficaram a par do que seu Dorico ,a esposa e a filha  estavam fazendo por ali.

E finalmente o ônibus chegou trazendo Carlos ,o noivo arranjado de Promessa.

DORICO:Vamos esperar descer,como nós não conhecemos o rapaz,o que  aparentar a idade dele a gente se aproxima.

E assim fizeram.Não demorou muito desceu um rapaz bonito  que aparentava ter a idade de Carlos,com uma mochila nas costas.Promessa fez questão em não olhar por não conhecê-lo,senti uma repulsa por ele,A moça pensa que também é de interesse dele se casar com ela.

ZENAIDE: Olha Dorico,deve ser aquele.Vá até lá e se apresenta a ele.

Dorico seguiu ao conselho da esposa ,se dirigiu ao rapaz e…

DORICO: Bom dia meu rapaz.

CARLOS: Bom dia.O senhor é o seu Dorico?

DORICO: Sim sou eu mesmo,e você é Carlos ,o filho do compadre Francisco?

CARLOS: Sim .Sou eu mesmo.

DORICO: Venha quero lhe apresentar  minha esposa e a sua  noiva.

Carlos então acompanhou seu Dorico  .

 

CONTINUA…